cabedelo
surfsurfespacoondasmares

ptenfrdees
Natureza
Desporto
Desporto
Cultura
Arte
Natureza
Natureza
Internet Marketing Bruidsfotograaf

Navio de cruzeiros Hebridean Sky visitou o Porto da Figueira da Foz

2018 09 29 barco

O navio de cruzeiros Hebridean Sky fez, pela primeira vez, escala esta quarta feira no Porto da Figueira da Foz. Cumprindo a tradição, o Município da Figueira da Foz e o Porto da Figueira da Foz, representados, respetivamente, pela vereadora Mafalda Azenha e pelo Comandante Sotto Maior, deram as boas-vindas à tripulação e foram recebidos na embarcação para uma visita e troca de cumprimentos.

Construído em 1991, e a com bandeira das Bahamas, o navio de 91 metros de comprimento que partiu de Gijon e rumou a Lisboa, ao final do dia, com perto de uma centena de passageiros, é o segundo cruzeiro a aportar na Figueira da Foz este ano. «Queremos aumentar substancialmente este número, e isso passa por trabalhar junto dos operadores e das agências e dar-lhes a conhecer o nosso porto que, não podendo, ainda, receber navios de grande porte, é uma opção a tr em conta por navios mais pequenos, e com vantagem para os passageiros», disse a vereadora Mafalda Azenha. «Não há muitos portos com esta ligação direta à cidade, em que seja possível aos passageiros desembarcar e ir a pé conhecer a cidade e visitar pontos turísticos, desde logo o Mercado Municipal, que é sempre um dos locais que desperta mais interesse», explicou.  «Queremos que a cidade deixe de ser apenas uma escala», reiterou. «É um porto muito agradável e a proximidade à cidade é uma mais-valia», confirmou o comandante do cruzeiro, demonstrando recetividade para regressar.

O comandante do porto comercial, Joaquim Sotto Maior, também acredita na potencialidade da Figueira da Foz para este nicho de mercado, tendo admitido a possibilidade de poder vir a ser instalado um terminal de cruzeiros concessionado a privados, junto à Praça da Europa. Desde 2010 a procura da Figueira da Foz por navios de cruzeiro de pequeno porte tem aumentado e, com o aprofundamento do calado da barra e do canal de navegação, cujas obras estão previstas para 2019, o interesse deve aumentar.

Nesta escala, os turistas rumaram a Coimbra, onde passaram a manhã e o início da tarde, tendo regressado à Figueira da Foz a tempo de apreciar o pôr-do-sol e ainda desfrutar um pouco da cidade. «Estamos a trabalhar para que haja cada vez um maior interesse em conhecer a Figueira da Foz, sem prejuízo das visitas a municípios vizinhos», concluiu a vereadora Mafalda Azenha.

Copyright © 2014 Município da Figueira da Foz | Desenvolvimento WRC | Design Sigyn |