cabedelo
surfsurfespacoondasmares

ptenfrdees
Natureza
Natureza
Arte
Natureza
Cultura
Desporto
Desporto
Internet Marketing Bruidsfotograaf

Figueira da Foz é o primeiro Concelho a implementar o programa «O Ciclismo vai à Escola»

2018 09 21 dia sem carros

Depois de, em 7 de fevereiro de 2018, ter sido assinado o protocolo de colaboração entre o Município da Figueira da Foz, a Federação Portuguesa de Ciclismo(FPC) e os Agrupamentos de Escolas do Concelho, no âmbito de implementação do projeto «O Ciclismo vai à Escola», esta sexta feira, 21 de setembro de 2018, foi dia de entregar, nas quatro escolas com 2.º ciclo do Concelho - EB 2,3 João de Barros (Agrupamento de Escolas da Zona Urbana), Escola Infante D. Pedro (Agrupamento de Escolas Figueira Mar), EB 2,3 Dr. Pedrosa Veríssimo (Agrupamento de Escolas de Paião) e EB 2,3 Pintor Mário Augusto (Agrupamento de Escolas Figueira Norte), as 40 bicicletas e respetivos capacetes e kits de manutenção que vão colocar cerca de mil alunos a pedalar.

A Figueira da Foz torna-se, assim, o primeiro município do país a ter o programa «O Ciclismo vai à Escola» em funcionamento.

Cerca de mil alunos, dos 5.º e 6.º anos, de todo o Concelho da Figueira da Foz, terão a partir de hoje acesso a bicicletas (10 em cada agrupamento de escolas), e a formação para aprenderem a andar de bicicleta, com tudo o que isso implica: segurança (equipamentos e comportamentos), sinalética e regras de condução em contexto urbano, manutenção dos equipamentos e aprendizagem de reparações básicas, como afinar os travões ou substituir uma câmara de ar. Segundo declarações da vereadora do Desporto, Mafalda Azenha, presente nas quatro escolas, «em cada agrupamento escolar, uma equipa de docentes com formação ministrada pela Federação Portuguesa de Ciclismo, está responsável pela formação dos alunos. A Autarquia investiu cerca de 8.000€ em equipamentos, adquiridos à empresa local vencedora do concurso público lançado para o efeito, e está já a trabalhar com os agrupamentos na criação e manutenção de corredores de segurança, que permitam aos alunos a deslocação casa-escola-casa, bem como a garantia de policiamento e acesso a apoio médico». A implementação do programa insere-se numa estratégia mais vasta. «É uma estratégia com várias frentes e que passa pelas ciclovias; pelo programa, brevemente disponível, de bicicletas partilhadas, com bases em mais de uma dezena de locais no Concelho; pelo Centro de BTT que terá mais de 160 kms de trilhos cicláveis e um ponto de apoio para lavagem e reparações das bicicletas, já disponível no Parque de Campismo Municipal; e pelo Bicicampus, um dos projetos vencedores do Orçamento Participativo da Figueira da Foz e que dotará a Figueira da Foz de um verdadeiro centro de formação para que crianças e adultos possam aprender a andar e a cuidar das bicicletas e também as regras de segurança», acrescentou ainda a vereadora.

Também presente na jornada de entrega de bicicletas aos agrupamentos, o vice-presidente da Autarquia, Carlos Monteiro, sublinhou que «este projeto se insere numa cultura que alia obras, formação e investimento em equipamentos e infraestruturas no campo da mobilidade suave, com vista à descarbonização e à adoção de estilos de vida mais saudáveis e ambientalmente sustentáveis». O vereador da Educação, Nuno Gonçalves, também marcou presença no arranque do programa que integra a promoção da atividade física no quotidiano escolar e na sua relação com a escola. «A Escola é o local de eleição para cativar os mais novos para as boas práticas e, através deles, as famílias», considerou.

O programa «O Ciclismo vai à Escola» inclui ainda a realização de uma atividade anual de divulgação do ciclismo no Concelho, cabendo a cada agrupamento a definição da estratégia para dinamizar o programa junto dos seus alunos.

Copyright © 2014 Município da Figueira da Foz | Desenvolvimento WRC | Design Sigyn |