cabedelo
surfsurfespacoondasmares

ptenfrdees
Arte
Natureza
Natureza
Desporto
Natureza
Desporto
Cultura
Internet Marketing Bruidsfotograaf

Município da Figueira da Foz promove ‘pontes’ entre empresas e organizações sociais

2017 02 06 formacao

Paço de Tavarede recebeu Ciclo Formativo “Como investir na comunidade? Como optimizar o contributo das empresas para o desenvolvimento social da sua comunidade.


A Câmara Municipal da Figueira da Foz, reconhecendo a importância do alinhamento da intervenção das empresas e das organizações sociais com as aspirações da comunidade, em colaboração com a WRC - Agência de Desenvolvimento Regional e a consultora Turn Around Social, promoveu esta quarta feira, dia 1 de fevereiro de 2017, o Ciclo Formativo: “Como investir na comunidade? Como optimizar o contributo das empresas para o desenvolvimento social da sua comunidade?”.

Aproximar empresas e a comunidade, construindo pontes que permitam criar valor partilhado e rentabilizar recursos é, para o Vice-Presidente da Autarquia, António Tavares, a quem coube abrir as sessões, um objetivo válido e relevante para a edificação de uma sociedade mais justa. Adicionalmente, a iniciativa justificou-se pela necessidade de capacitar as organizações sociais para as linhas de financiamento no âmbito do Portugal 2020, que prevêem o estabelecimento de parcerias entre IPSS’s ou outras entidades com respostas sociais e as empresas, consciencializando o tecido empresarial dos benefícios decorrentes de uma responsabilidade social ativa e comprometida.

Ao longo de três sessões, realizadas na Divisão de Educação e Assuntos Sociais, duas formadoras dinamizaram o programa, estruturado de forma convergente: primeiro, empresas e organizações sociais receberam, separadamente, formação sobre a relevância e os mecanismos de responsabilidade social partilhada, numa lógica de aproximação entre o tecido empresarial e a comunidade e de promoção da criação de valor partilhado e a rentabilização de recursos; depois, numa sessão conjunta, os dois grupos puderam identificar potenciais parcerias e partilha de recursos, trocando experiências e procurando competências mobilizáveis. Participaram nas sessões 9 empresas, 15 IPSS’s com intervenção no Concelho.

As sessões tiveram como base o modelo e guias de referência desenvolvidos pelo GRACE| Grupo de Reflexão e Apoio à Cidadania Empresarial. A Turn Around Social está acreditada pelo GRACE enquanto entidade disseminadora deste modelo.

Ainda no âmbito deste ciclo formativo, foram convidadas as IPSS’s com intervenção junto da população sénior do Município a estarem presentes numa sessão de trabalho, durante a tarde, para darem contributos destinados a construir um projeto mobilizador para a Região, que possa ser submetido a candidaturas no âmbito do POISE ou de outros mecanismos de financiamento que venham a estar disponíveis.

Foi também endereçado o convite à Equipa do Projeto Mais Interações – Programa Escolas 6ª Geração para reunir com o Dr. Carlos Valentim Ribeiro, especialista da empresa Turn Around, com vasta experiência em intervenção em territórios em situação de elevada vulnerabilidade social, para conjuntamente delinearem estratégias inovadoras de intervenção no Bairro Social de Brenha, promovendo sinergias entre os habitantes deste bairro e a restante população residente naquela localidade.

Copyright © 2014 Município da Figueira da Foz | Desenvolvimento WRC | Design Sigyn |