cabedelo
surfsurfespacoondasmares

ptenfrdees
Cultura
Arte
Desporto
Natureza
Natureza
Desporto
Natureza
Internet Marketing Bruidsfotograaf

Setor Terciário

 O setor terciário engloba o comércio e os serviços e inclui atividades que não produzem bens mas prestam serviços.

 

Empresas não financeiras do concelho por Ramo de Atividade no Setor Terciário, segundo a CAE Rev. 3, 2011

MunicípioRamos de AtividadeN.º EmpresasVolume de Negócios
(milhares euros)
% s/ Vol. Neg
Figueira da Foz
G Comércio por grosso e a retalho; reparação de veículos automóveis e motociclos 1.448 396.832 51,70%
H Transportes e Armazenagem 162 168.444 21,94%
I Alojamento, restauração e similares 516 43.208 5,63%
J Atividades de informação e de comunicação 61 4.541 0,59%
L Atividades imobiliárias 113 21.783 2,84%
M Atividades de consultoria, científicas, técnicas e similares 684 21.164 2,76%
N Atividades administrativas e dos serviços de apoio 806 28.563 3,72%
P Educação 482 5.514 0,72%
Q Atividades de saúde humana e apoio social 460 47.556 6,20%
R Atividades artísticas, de espetáculos, desportivas e recreativas 138 21.450 2,79%
S Outras atividades de serviços 295 8.539 1,11%
Total 5.165 767.594 100,00%

Fonte de Dados: INE, Recenseamentos Gerais da População

 

População total empregada segundo os Censos: Total e no Setor Terciário

Unidade: N.º

Territórios

TotalSetor Terciário
AnosAnos
200120112001

%
s/Total

2011

%
s/Total

Figueira da Foz 26.455 24.401 15.353 58,03% 15.838 64,91%
Baixo Mondego 149.108 139.188 99.617 66,81% 104.863 75,34%
Portugal 4.650.947 4.361.187 2.786.663 59,92% 3.073.092 70,46%

Fonte de Dados: INE, Recenseamentos Gerais da População

 

As empresas do setor terciário representam cerca de 80% do universo das empresas do concelho (6.428) e empregam 64,91% do total da população ativa (24.401), tendo-se verificado um crescimento de 6,88% neste setor nos últimos 10 anos. Não obstante ser o setor mais representativo em termos de emprego, o setor secundário é contudo o que tem maior impacto no concelho em termos de volume de negócios, representando 70,74% contra 27,86% do setor terciário.

 

Comércio

 

O comércio tem um papel central na atração e fixação das populações. As funções desempenhadas pelo comércio vão, nos dias de hoje, muito para além do abastecimento da população, assumindo particular preponderância na qualidade de vida das populações, e na competitividade das cidades.

 

A Figueira da Foz possui há muito tempo duas áreas tradicionalmente ligadas à atividade comercial, que estão bem definidas e distintas quanto às funções que exercem. Uma corresponde à entrada nascente da cidade, iniciada na Rua da República, e que se prolonga até ao jardim, ou seja, até ao passeio Infante D. Henrique. Aqui estão instaladas habitações, comércio e diferentes serviços administrativos, nomeadamente, câmara municipal, correios, bancos, finanças, notários e tribunal.

 

A outra área corresponde ao Bairro Novo, construído em finais do séc. XIX – inícios do séc. XX, segundo modelo urbano importado de famosas praias do mediterrâneo, para dar resposta à progressiva procura de veraneantes. Este espaço acolheu equipamentos de diversão nomeadamente casino, ténis, piscina, hotéis, bares e esplanadas.

 

Empresas do comércio por grosso e a retalho: total e por escalão de pessoal ao serviço

Unidade: N.º

Territórios

Escalão de pessoal ao serviço
Total< 1010-19

20-49

50-249

250+

Figueira da Foz 1.448 1.404 30 10 4 0
Baixo Mondego 8.106 7.831 178 74 20 3

 Fonte de Dados: INE, Sistemas de Contas Integradas das Empresas, 2011

 

Dentro do total de empresas do setor terciário o ramo do comércio representa 28% (1.448) do total do setor. São os sub-setores dos produtos alimentares e bebidas, têxteis, vestuário e calçado e do comércio a retalho não especificado, aqueles que maior importância assumem, do ponto de vista do emprego, no comércio retalhista. O volume de negócios do ramo do comércio por grosso e a retalho representa 51,70% do total do setor terciário.

 

No concelho da Figueira da Foz a maioria (96,96%) dos estabelecimentos comerciais possui menos de 10 trabalhadores, predominam espaços comerciais com uma dimensão média reduzida, em regime de exploração própria, sendo muito significativa a existência de pequenas empresas familiares onde normalmente trabalham mais do que um elemento do agregado familiar.

 

Por oposição ao comércio tradicional, situado em zonas centrais da cidade, a Figueira da Foz possui em zona periférica duas grandes superfícies comerciais.

 

Associação Comercial e Industrial da Figueira da Foz

 

O concelho da Figueira da Foz possui a Associação Comercial e Industrial da Figueira da Foz (ACIFF), fundada a 26 de Maio de 1835. Trata-se de uma Associação Empresarial sem fins lucrativos de cariz regional, com sede na cidade da Figueira da Foz. Esta entidade de direito privado pretende, entre outras coisas, contribuir para o harmónico desenvolvimento das diferentes atividades económicas, com particular importância dos setores do comércio e serviços, em conformidade com os seus interesses e os da economia nacional, com o objetivo da promoção e defesa dos seus associados e da região onde se inserem. A esta Associação foi reconhecido o estatuto de "utilidade pública", por despacho de sua Excelência o Primeiro Ministro, conforme consta do Diário da República n.º 30, IIª Série, de 5 de Fevereiro de 1991.

 

Para contactar com a ACIFF:

www.aciff.pt

 

Turismo

 

A Figueira da Foz afirma-se como destino regional e ponto de atração para mercados mais alargados, tais como o mercado espanhol.

 

O tradicional turismo sol/mar tem vindo a ser complementado por outras modalidades turísticas: turismo de natureza (ambiental, ecológico e rural), desportivo (aventura e náutico), de negócios (reuniões e congressos) e cultural.

 

O estuário do Mondego, as suas salinas e Ilha da Morraceira, a Serra da Boa Viagem, o Cabo Mondego, a Lagoa da Vela, a praia da Claridade e as outras praias, propícias para desportos de ondas, os passeios pedestres, o património cultural e construído e a própria marina assumem-se como ícones do município.

 

No que respeita a dormidas o concelho da Figueira da Foz possui oferta diversificada, nomeadamente, hotéis, pensões, hospedarias e parques de campismo.

 

Relativamente ao ano de 2013, foram apurados os seguintes indicadores:

 

Estabelecimentos hoteleiros na Figueira da Foz por tipologia, capacidade de alojamento, n.º de hóspedes, n.º de dormidas e taxa bruta de ocupação

 

TipologiaN.º Estab.Capacidade de alojamento (N.º)N.º de HóspedesN.º DormidasTaxa bruta de ocupação cama (%)
Hotéis 11 1.529 66.178 137.238 25,90%
Pensões 8
Estalagens 0 0 0 0 0
Pousadas 0 0 0 0 0
Motéis 0 0 0 0 0
Hotéis-apartamentos 1
Aldeamentos turísticos 0 0 0 0 0
Apartamentos turísticos 0 0 0 0 0
Total 20 1.940 82.438 166.807 25,90%

Fonte de Dados: INE, Inquérito à Permanência de Hóspedes e Outros Dados na Hotelaria - 2013
Sinais convencionais: … dados confidenciais

 

Do n.º total de hóspedes que ficaram alojados nos estabelecimentos hoteleiros no ano de 2013, 29,90% (24.649) são de nacionalidade estrangeira.

 

Outros meios de alojamento turístico

 

O concelho da Figueira da Foz para além dos estabelecimentos hoteleiros evidenciados em termos estatísticos possui ainda quatro parques de campismo:

 

- Parque de Campismo Municipal – este parque tem 70.000m2 e situa-se na cidade, junto a duas grandes superfícies. Possui piscina, espaços destinados a campismo e caravanismo. Encontra-se aberto todo o ano.

- Parque Orbitur Gala – este parque, com 60.000m2, situa-se na zona sul do concelho, E.N.109 Km 4 Gala, em plena Mata de Lavos. Possui piscina, alojamentos complementares com diferentes tipologias (bungalows, residenciais, tendas, mobile-camp) e encontra-se aberto todo o ano. Ga

- Parque de Campismo Foz do Mondego – este parque, com 40.000m2, situa-se junto à foz do rio Mondego, no Cabedelo (Gala), na zona sul do concelho. Possui espaços destinados a campismo e caravanismo. Exige licença de campista nacional e encerra nos dias 24 e 25 de Dezembro.

- Parque de Campismo de Quiaios – este parque, com 55.000m2, situa-se na zona norte do concelho, junto à praia de Quiaios. Possui diversos espaços destinados à prática de campismo e caravanismo e dispõe de alojamentos complementares (bungalows). Encontra-se aberto todo o ano.

 

Considerando apenas as atividades diretamente relacionadas com o setor de turismo, nomeadamente os ramos dos transportes e armazenagem, alojamento e restauração, atividades administrativas e serviços de apoio, atividades artísticas, de espetáculos, desportivas e recreativas (Secções N, I, N e R da CAE, Rev.3, 2011), verifica-se que estas representam 9,50% do volume de negócios total (de todos os setores de atividade – 2.755.285 milhares de euros), o que denota a importância que a fileira do turismo tem no Município.

 

Atualizado em 02-11-2014

Visitas: 5685

Setor Secundário

O setor secundário inclui as atividades que transformam matéria-prima em produtos acabados ou semi-acabados.

 

Indicadores de empresas do concelho da Figueira da Foz

Densidade de empresasProporção de empresas individuaisProporção de empresas com menos de 250 pessoas ao serviçoProporção de empresas com menos de 10 pessoas ao serviçoPessoal ao serviço por empresaVolume de negócios por empresaIndicador de concentração do volume de negócios das 4 maiores empresasIndicador de concentração do VAB das 4 maiores empresas
N.º/km2 % N.º milhares de euros %
17,0 73,07 99,9 96,4 3,0   428,6 49,85 49,65

Fonte de Dados: INE, Sistemas de Constas Integradas das Empresas

 

 

 Verifica-se a reduzida dimensão média das empresas do concelho da Figueira da Foz (3 empregados por empresa), num quadro onde predominam as microempresas, 96,4% (≤ 10 pessoas ao serviço).

 

Juridicamente, 73,07% das empresas são de cariz individual. Verifica-se também o marcado domínio de algumas empresas, como se observa através do indicador de volume de negócios e do VAB (Valor Acrescentado Bruto) das 4 maiores empresas com 49,85% e 49,65% respetivamente. 

 

População total empregada segundo os Censos: Total e no Setor Secundário

 

Unidade: N.º

Territórios

TotalSetor Secundário
AnosAnos
200120112001

%
s/Total

2011

%
s/Total

Figueira da Foz 26.455 24.401 9.738 36,81% 7.705 31,58%
Baixo Mondego 149.108 139.188 42.543 28,53% 30.724 22,07%
Portugal 4.650.947 4.361.187 1.632.638 35,10% 1.154.709 26,48%

Fonte de Dados: INE, Recenseamentos Gerais da População

 

 

No concelho da Figueira da Foz o setor secundário é o segundo maior responsável pelo emprego da população ativa (31,58%). As áreas de localização industrial estão maioritariamente localizadas na Gala (Parque Industrial e Empresarial da Figueira da Foz), Marinha das Ondas e na Ferreira-a-Nova, existindo outros pólos com dimensão mais reduzida, como a Cova da Serpe e Vila Verde.

 

A base industrial do Concelho da Figueira da Foz é composta por uma variedade de especializações, entre as quais:

- Industrias de fabricação de produtos minerais não metálicos: cerâmica, vidro, gesso

- Industrias agro-alimentares: arroz, conservas, avícola, congelados

- Industrias da fileira florestal: pasta e papel

- Indústria dos plásticos: peças técnicas

- Indústria metalúrgica: metalomecânicas

 

Empresas das indústrias transformadoras do concelho da Figueira da Foz, segundo a CAE – Rev. 3, 2011

Unidade: N.º
MunicípioRamo da IndústriaEmpresas
Figueira da Foz 10 Indústrias Alimentares 53
11 Indústria das bebidas 2
13 Fabricação de texteis 5
14 Indústria de vestuário 26
16 Indústria da madeira e da cortiça e suas obras, exceto mobiliário; fabricação de obras de cestaria e de espartaria 37
17 Fabricação de pasta, de papel, cartão e seus artigos 6
18 Impressão e reprodução de suportes gravados 8
20 Fabricação de produtos quimicos e das fibras sintétivas ou artificiais, exceto produtos farmacêuticos 6
22 Fabricação de artigos de borracha e de matérias plásticas 6
23 Fabricação de outros produtos minerais não metálicos 26
25 Fabricação de produtos metálicos, exceto máquinas e equipamentos 96
26 Fabricação de equipamentos informáticos, equipamento para comunicações e produtos eletrónicos e óticos 3
27 Fabricação de equipamento elétrico 2
28 Fabricação de máquinas e de equipamentos 8
29 Fabricação de veículos automóveis, reboques, semi-reboques e componentes para veículos automóveis 2
30 Fabricação de outro equipamento de transporte 2
31 Fabricação de mobiliário e de colchões 17
32 Outras indústrias transformadoras 9
33 Reparação, manutenção e instalação de máquinas e equipamentos 31
  Total 345

 Fonte de Dados: INE, Sistemas de Constas Integradas das Empresas

 

 

Sociedades das indústrias transformadoras do concelho da Figueira da Foz, segundo a CAE – Rev. 3, 2011
 

Unidade: N.º
MunicípioRamo da IndústriaSociedades
Figueira da Foz 10 Indústrias Alimentares 37
11 Indústria das bebidas 1
13 Fabricação de texteis 2
14 Indústria de vestuário 4
16 Indústria da madeira e da cortiça e suas obras, exceto mobiliário; fabricação de obras de cestaria e de espartaria 9
17 Fabricação de pasta, de papel, cartão e seus artigos 6
18 Impressão e reprodução de suportes gravados 4
20 Fabricação de produtos quimicos e das fibras sintétivas ou artificiais, exceto produtos farmacêuticos 6
22 Fabricação de artigos de borracha e de matérias plásticas 6
23 Fabricação de outros produtos minerais não metálicos 16
25 Fabricação de produtos metálicos, exceto máquinas e equipamentos 21
26 Fabricação de equipamentos informáticos, equipamento para comunicações e produtos eletrónicos e óticos 2
28 Fabricação de máquinas e de equipamentos 3
29 Fabricação de veículos automóveis, reboques, semi-reboques e componentes para veículos automóveis 2
30 Fabricação de outro equipamento de transporte 2
31 Fabricação de mobiliário e de colchões 7
32 Outras indústrias transformadoras 4
33 Reparação, manutenção e instalação de máquinas e equipamentos 18
  Total 150

 Fonte de Dados: INE, Sistemas de Constas Integradas das Empresas

 

 

A consideração do volume de negócios nas empresas e o valor acrescentado bruto destacam sobretudo a importância que a atividade industrial tem no concelho da Figueira da Foz. Do volume total de negócios das empresas do concelho, 63,31% (1.744.402 mil euros) é da responsabilidade da indústria transformadora.

 

O setor da celulose e papel é um dos setores mais dinâmicos da economia portuguesa constituindo-se assim como principais embaixadores dos produtos portugueses nos Mercados Externos. O papel e a pasta de papel representam cerca de 5% das exportações nacionais, sobretudo, devido à venda de pastas químicas, papel e cartão para escrita e usos gráficos.

 

Salienta-se a existência no concelho da Figueira da Foz, de duas empresas deste setor que se encontram posicionadas entre as 5 maiores do Concelho (Extraído de Campeão das Províncias, 250 maiores empresas da Figueira da Foz, 26 Setembro 2013):

 

1.º Soporcel – Sociedade Portuguesa de Papel, SA, do grupo Portucel Soporcel (fabricação de papel e cartão)

2.º Celbi – Celulose da Beira Industrial, SA, do grupo Altri (fabricação de pasta de papel)

3.º Soporcel Pulp – Sociedade Portugesa de Celulose, SA (fabricação de pasta de papel)

4.º Lusiaves (empresa de abate e produção de carnes de aves)

5.º Saint-Gobain Mondego (fabricação de vidro de embalagens)

 

 

 

 

 

Atualizado em 02-11-2014

Visitas: 4673

Setor Primário

O setor primário engloba as atividades que extraem recursos diretamente da Natureza, sem qualquer transformação. No concelho da Figueira da Foz destacam-se neste setor as seguintes atividades:


Pesca

O envolvimento da Figueira da Foz com o Mar resulta do particular posicionamento da sede do Concelho na confluência entre o Atlântico e o Mondego.

A pesca, atividade com uma tradição antiga em Portugal tem vindo a registar um declínio expressivo nas últimas décadas, associado não só ao declínio de recursos pesqueiros e consequentemente diminuição do volume do pescado, mas fundamentalmente à redução da quota pesqueira resultante das negociações com a União Europeia.

O concelho da Figueira da Foz apresenta condições naturais e infra-estruturas no domínio das atividades ligadas à pesca. De acordo com o INE – Instituto Nacional de Estatística, o número total de pescadores matriculados em 31 de dezembro de 2013, a nível nacional, foi de 16.797. Deste valor 21,7% corresponde ao total de pescadores inscritos ao nível da zona centro.

No que diz respeito às capturas de pescado, o concelho representava 9,3% (11.819 toneladas) do total de capturas efetuadas no Continente (126.521 toneladas), sendo que a cavala e a sardinha são as principais espécies capturadas na Figueira da Foz, representando respetivamente 47,4% (5.612 toneladas) e 25,7% (3.034 toneladas) do total do pescado.

A pesca é pois uma atividade tradicional que agrega outras complementares, nomeadamente a lota, conservas, frio e reparação naval.

 

Aquicultura
A aquicultura consiste numa atividade que pretende a criação ou cultura de organismos vivos em cativeiro (peixes, moluscos, crustáceos, anfíbios e plantas), cujas técnicas utilizadas são concebidas para aumentar a produção.

Em termos gerais a aquicultura apresenta grandes potencialidades na Ilha da Morraceira, designadamente no que respeita a condições ecológicas as quais permitem boas taxas de crescimento das espécies. Atualmente as espécies produzidas são robalo, dourada, linguado, tainha e enguia, sendo que as duas primeiras representam cerca de 99% da produção.
Considerando o último levantamento efetuado, o qual reporta a 2011, a área ocupada por aquicultura é de 319 hectares, área correspondente a 42 pisciculturas.

 

Salicultura
O Salgado da Figueira da Foz contém o setor distal do Estuário do Mondego como unidade geográfica central, na qual se destaca a Ilha da Morraceira, abrangendo as freguesias de S. Pedro/Vila Verde e Lavos. A exploração de Sal no Estuário do Mondego foi uma das principais atividades económicas da Figueira da Foz, complementando a atividade piscatória, tendo sido um produto utilizado em grandes quantidades pela frota piscatória local (bacalhau e sardinha).
De acordo com dados do INE, reportados a 31/12/2013, do total de 42 salinas em atividade em Portugal, 10 estão situadas na Figueira da Foz, ocupando um total de 22 hectares, com uma produção de 744 toneladas (cerca de 71% do sal produzido na zona centro).

 

Agricultura
Sendo a Figueira da Foz um concelho com uma ampla linha de costa (cerca de 40km), o número de empresas associadas às pescas é relativamente baixo, quando comparado com o setor agrícola.
Apesar disso, é de acordo com dados do INE – Instituto Nacional de Estatística relativos a 2011, o número de explorações agrícolas no Concelho da Figueira da Foz tem vindo a registar uma diminuição, tendo passado de 2.170 no ano de 1999 para 1.159 no ano de 2010. No que respeita à superfície agrícola do Concelho esta apresenta um total de 5.509 hectares, valor que representa também ele uma diminuição de 19% relativamente ao ano de 1999.
Nos últimos anos, as principais alterações na tipologia das culturas verificaram-se no quase desaparecimento da cultura da batata, na diminuição da vinha e das culturas forrageiras e no aumento dos cereais de grão (arroz e milho) os quais continuam a ser a cultura mais representativa no total da superfície agricultada (68%).

 

Floresta
O concelho da Figueira da Foz é ocupado em cerca de 60% do seu território por floresta (51%) e matos (7%). Acresce ainda que 40% da área do concelho pertence à Rede Nacional de Áreas Protegidas e Rede Natura 2000.
A criação de uma Zona de Intervenção Florestal (ZIF) no concelho da Figueira da Foz concretizou-se em Fevereiro de 2010 através da ZIF Mondego. Esta engloba vários prédios que se distribuem por diversas freguesias do concelho da Figueira da Foz (1.873 ha) e Montemor-o-Velho (632ha).
Os 2.205 hectares distribuem-se por área ocupada com agricultura (1.128 ha), por área florestal (1.358 ha) e área urbana e rede viária associada (19ha).
Na área florestal predominam os povoamentos com eucaliptos (40%), seguidos de povoamentos com pinheiro-bravo (30%) e áreas de povoamentos mistos de pinheiro-bravo e de eucalipto (13%).
Tendo em vista combater o crescente abandono dos terrenos com aptidão agro-florestal, o Município da Figueira da Foz iniciou este ano o projeto da Bolsa de Terras, o qual disponibiliza para arrendamento, venda ou para outros tipos de cedência, as terras com aptidão agrícola, florestal ou silvopastoril da autarquia e de outras entidades públicas ou privadas.

 

Para mais informações sobre a Bolsa de Terras clique Aqui.

 

 

 

Empresas do Concelho por Ramo de Atividade no Setor Primário


Unidade: N.º
Ramos de AtividadeEmpresas
Agricultura, produção animal, caça, floresta e pesca 280
Indústria Extrativa 21
Total 301

 

 

Sociedades do concelho por ramo de atividade no setor primário

Unidade: N.º
Ramos de AtividadeSociedades
Agricultura, produção animal, caça, floresta e pesca 61
Indústria Extrativa 3
Total 64

 

 

 População Total empregada segundo os Censos: Total e no Setor Primário

Unidade: N.º

Territórios

TotalSetor Primário
AnosAnos
200120112001

%
s/Total

2011

%
s/Total

Figueira da Foz 26.455 24.401 1.364 5,16% 858 3,51%
Baixo Mondego 149.108 139.188 6.948 4,66% 3.601 2,59%
Portugal 4.650.947 4.361.187 231.646 4,98% 133.386 3,06%

Fonte de Dados: INE, Recenseamentos Gerais da População

Apesar de ter uma expressão relativamente baixa a nível concelhio, o setor primário tem um impacto na economia local que é superior ao verificado a nível da sub-região e mesmo a nível nacional. O setor primário emprega 3,51% da população ativa do concelho, tendo sofrido um decréscimo no último decénio de 1,65%.

Atualizado em 02-11-2014

Visitas: 5956

Empresas por Setor de Atividade

caraterização de empresas

Atualizado em 18-10-2014

Visitas: 1117

Caraterização das Atividades Económicas Predominantes

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Indicadores económicos

 

pop empregadapop emp actividade2011

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Os dados estatísticos do INE – Instituto Nacional de Estatística, reportados aos Recenseamentos Gerais da População nos anos 2001 e 2011, para a população empregada no concelho da Figueira da Foz, segundo o setor de atividade económica, revelam uma tendência para a diminuição do emprego nos setores primário e secundário e reforçam o aumento do emprego no setor terciário, acompanhando deste modo a tendência a nível nacional.

 

O total de empresas com sede no Município, reportado ao Censos 2011 é de 6.428 e o total de Sociedades 1.731.

 

Empresas do Concelho da Figueira da Foz, segundo a CAE – Rev. 3, 2011

MunicípioRamos de AtividadeN.º EmpresasPessoal ao Serviço (N.º)Volume de Negócios (milhares de euros)% s/ Vol. Neg
Figueira da Foz A Agricultura, produção animal, caça, floresta e pesca 280 682 37.512 1,36%
B Industrias extractivas 21 34 1.170 0,04%
C Indústrias Transformadoras 345 4.735 1.744.402 63,31%
D Eletricidade, gás, vapor, água quente e fria e ar frio 3 5 50.911 1,85%
E Captação, tratamento e distribuição de água; saneamento, gestão de resíduos e despoluição 7 178 26.372 0,96%
F Construção 607 2.502 127.326 4,62%
G Comércio por grosso e a retalho; reparação de veículos automóveis e motociclos 1.448 3.502 396.832 14,40%
H Transportes e Armazenagem 162 918 168.444 6,11%
I Alojamento, restauração e similares 516 1.331 43.208 1,57%
J Atividades de informação e de comunicação 61 111 4.541 0,16%
L Atividades imobiliárias 113 197 21.783 0,79%
M Atividades de consultoria, científicas, técnicas e similares 684 1.096 21.164 0,77%
N Atividades administrativas e dos serviços de apoio 806 1.305 28.563 1,04%
P Educação 482 589 5.514 0,20%
Q Atividades de saúde humana e apoio social 460 1.340 47.556 1,73%
R Atividades artísticas, de espetáculos, desportivas e recreativas 138 302 21.450 0,78%
S Outras atividades de serviços 295 454 8.539 0,31%
  Total 6.428 19.281 2.755.287 100,00%

Fonte de Dados: INE, Sistemas de Constas Integradas das Empresas

 

 

Sociedades do Concelho da Figueira da Foz, segundo a CAE – Rev. 3 2011

Unidade: Nº
Município Ramos de AtividadeSociedades
Figueira da Foz   A Agricultura, produção animal, caça, floresta e pesca 61
  B Industrias extractivas 3
  C Indústrias Transformadoras 150
  D Eletricidade, gás, vapor, água quente e fria e ar frio 3
  E Captação, tratamento e distribuição de água; saneamento, gestão de resíduos e despoluição 7
  F Construção 184
  G Comércio por grosso e a retalho; reparação de veículos automóveis e motociclos 459
  H Transportes e Armazenagem 139
  I Alojamento, restauração e similares 196
  J Atividades de informação e de comunicação 27
  L Atividades imobiliárias 86
  M Atividades de consultoria, científicas, técnicas e similares 150
  N Atividades administrativas e dos serviços de apoio 66
  P Educação 25
  Q Atividades de saúde humana e apoio social 98
  R Atividades artísticas, de espetáculos, desportivas e recreativas 26
  S Outras atividades de serviços 51
  Total 1.731

 Fonte de Dados: INE, Sistemas de Constas Integradas das Empresas

Atualizado em 04-11-2014

Visitas: 2908

Atividades Económicas

Atividades Económicas

Atualizado em 31-10-2014

Visitas: 2154

Copyright © 2014 Município da Figueira da Foz | Desenvolvimento WRC | Design Sigyn |