cabedelo
surfsurfespacoondasmares

ptenfrdees
Natureza
Desporto
Arte
Desporto
Natureza
Cultura
Natureza
Internet Marketing Bruidsfotograaf

Apoio ao Emprego

GIP - Gabinete de Inserção Profissional 

 gip ff

 

pdfLista de ofertas de emprego 11 de julho de 2017 

 separador small

A Portaria n.º 127/2009, de 30 de Janeiro, estabelece as condições de criação e funcionamento dos Gabinetes de Inserção Profissional (GIP), estruturas que têm como objectivo apoiar os desempregados na definição e concretização do seu percurso de inserção, actuando em estreita articulação com os Centros de Emprego.

 

Destinatários
Nos termos da Circular Normativa n.º 10/2011, de 24 de Maio, cabe ao Centro de Emprego da Figueira da Foz a identificação e sinalização dos desempregados que constituem objecto de intervenção pelo GIP. Os demais utentes que procurem os nossos serviços serão atendidos mediante marcação prévia, não obstante a intervenção prioritária do GIP se centrar nos desempregados sinalizados pelo Centro de Emprego local.

 

Serviços Prestados

  • Sessões de informação sobre medidas de apoio ao emprego, de qualificação profissional, de reconhecimento, validação e certificação de competências e de empreendedorismo;
  • Sessões de apoio à procura de emprego; 
  • Recepção e registo de ofertas de emprego; 
  • Apresentação de desempregados a ofertas de emprego; 
  • Colocação de desempregados em ofertas de emprego; 
  • Integração em acções de formação em entidades externas ao IEFP, IP; 
  • Controlo da apresentação periódica dos beneficiários das prestações de desemprego.

 

Entidade Promotora
Câmara Municipal da Figueira da Foz, em parceria com o IEFP

 

Horário de Atendimento ao Público
Atendimento permanente: Serviço de Atendimento ao Munícipe, das 09h00 às 17h00.

 

Local de Funcionamento
Câmara Municipal da Figueira da Foz
Av. Saraiva de Carvalho
3081-504 Figueira da Foz

 

Contactos:
Tel: 233 403 300
E-Mail:gip@cm-figfoz.pt

 

Enquadramento Legal

pdfPortaria n.º 127/2009 de 30 de Janeiro

pdf Portaria n.º 298/2010 de 01 de Junho

 separador small

Informação Adicional:
Quando se dirige ao GIP, o utente deverá fazer-se acompanhar do Cartão de Utente do Centro de Emprego (ou documento que identifique o seu ID). Em alternativa, poderá ser apresentado outro documento de identificação pessoal (Bilhete de Identidade, Cartão do Cidadão, Carta de Condução ou Passaporte).

A consulta das ofertas de emprego constantes nesta página Web não dispensa a consulta das ofertas disponíveis no Centro de Emprego, no Gabinete de Inserção Profissional ou no sítio do Instituto de Emprego e Formação Profissional www.netemprego.gov.pt , bem como em qualquer outra estrutura que permita ao candidato a emprego o exercício de uma procura activa de oferta compatível com o seu perfil profissional.

 

GAE - Gabinete de Apoio ao Empreendedor

 GABINETE DE APOIO AO EMPREENDEDOR

 

Em 2012, a Câmara Municipal da Figueira da Foz celebrou um Protocolo de Cooperação com a Comunidade Intermunicipal do Baixo Mondego (CIM-BM), no âmbito do Projecto de Promoção do Empreendedorismo na Região do Baixo Mondego: Construir Futuros, visando a criação de uma rede de suporte à dinamização de iniciativas promotoras do desenvolvimento económico desta Região, tendo em vista o reforço do potencial empreendedor existente e o desenvolvimento de sinergias entre entidades que desempenham um papel preponderante nesta área, como forma de estímulo a uma cultura de valores como o empreendedorismo ou a gestão do risco associação à iniciativa empresarial.

 separador small

GAE | Gabinete de Apoio ao Empreendedor

Instalações: Câmara Municipal (Edifício Paços do Concelho), na Sala onde funciona o GIP | Gabinete de Inserção Profissional

Marcações através dos contactos:
Tel: 233 401 860
E-Mail: gae@cm-figfoz.pt

Objectivo: atendimento de front office ao empreendedor que pretenda apresentar a sua ideia de negócio ao Município; esta intervenção é articulada com a IEFF | Incubadora de Empresas da Figueira da Foz e o ISCAC | Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Coimbra, entidades parceiras do Projecto Construir Futuros, do qual fazem parte os demais municípios da Região de Coimbra e outras entidades de apoio ao empreendedor por estes indicadas.


PORTAL DO EMPREENDEDOR
(Projeto Construir Futuros)
 

Iniciativas desenvolvidas pelo GAE, desde 2012, nas quais se integram as actividades dinamizadas ao abrigo do Projecto Construir Futuros:

    • Ciclos Regionais de Capacitação do Empreendedorismo;
    • Ciclos Locais de Capacitação do Empreendedorismo;
    • Sessões de Desafio de Criação de Ideias;

  criacao ideias

    •  Acções de Capacitação Técnica para o Empreendedorismo;
      (acções modulares de 40 horas, para capacitação de empreendedores);
    •  Capacitação Interna da Rede “Construir Futuros”;
    •  Concursos Municipal e Regional de Ideias;
    •  Programa “A Empresa”
      (iniciativa que decorreu ao longo do ano lectivo 2012/13 em dois grupos de alunos do 11º ano das escolas secundárias com 3º ciclo do ensino básico, Dr. Bernardino Machado e Dr. Joaquim de Carvalho);

  programa empresa

  • 1 cartaz economia marCINEM: Concurso de Ideias de Negócio para a Economia do Mar (lançado a 11 de Novembro de 2013, o CINEM resultou de um Protocolo celebrado entre a Câmara Municipal da Figueira da Foz e o Instituto Politécnico de Coimbra (IPC), ao abrigo do sistema de apoio ao estímulo local e regional ao empreendedorismo e inovação INOV.C, sob o financiamento do QREN, através do Programa Operacional Regional do Centro (Mais Centro); com o lançamento deste Concurso, pretendeu o Município estimular o desenvolvimento de novos produtos/serviços com viabilidade de implementação e sucesso na Figueira da Foz, estando centrado na economia do mar; a ele puderam candidatar-se pessoas singulares ou colectivas de todo o País, que tivessem por objectivo explorar uma ideia de negócio na área da economia do mar, que pudesse vir a ser implementada no território do Concelho figueirense; foram apresentadas 30 candidaturas, tendo sido premiado um projecto na área da biotecnologia e atribuídas duas menções honrosas);

 

  • Programa de Promoção do Empreendedorismo nas Escolas: “Aprender a Empreender” (programa desenvolvido em 2014, junto de todas as escolas secundárias e profissionais do Município, tendo passado pela capacitação de docentes, para posterior intervenção destes junto dos seus alunos, culminando na apresentação de 30 ideias de negócio, das quais 10 participaram na Final Municipal do Concurso de Empreendedorismo da Figueira da Foz, cujo grupo vencedor representou o Município na Final Intermunicipal da Região de Coimbra, que decorreu no dia 08 de Junho de 2014 no Centro de Artes e Espectáculos da Figueira da Foz).

 2 2014-05-26 - concurso de ideias

 

  • Visita da Equipa do GAE  à empresa  TXD - Engenharia

    gae txd

    No dia 27 de Outubro de 2014, a equipa técnica do Gabinete de Apoio ao Empreendorismo do Município da Figueira da Foz (GAE) visitou, acompanhada de uma representante da CIMRC | Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra, a sede da empresa TXD - Engenharia, em funcionamento na Incubadora de Empresas da Figueira da Foz.

    A visita havia sido previamente agendada com o intuito de aferir o balanço da actividade da TXD Engenharia, empresa da área da Engenharia Electrotécnica, com actividade de consultadoria naquele campo, tendo os Técnicos do GAE entrevistado o seu responsável, Eng.º Miguel Teixeira Duarte, uma vez que este recorrera, em 2013, ao atendimento para empreendedores do referido gabinete municipal.


    A informação recolhida ao longo da entrevista, no sentido de melhor compreender a evolução deste projecto de empreendedorismo, permitiu concluir que, até à data, a TXD Engenharia é um caso de sucesso.
    A primeira questão que se levantou prendeu-se com as razões pelas quais este empreendedor apostou num domínio de grande exigência, o qual acarreta um grau considerável de incerteza para quem nele investe.

    O Eng.º Miguel Teixeira Duarte explicou que já possuía a experiência e know how suficientes, antes do início da constituição do seu projecto, facto avalizado pela especialização que detém, quase inexistente no território nacional, a qual incide sobre soluções de iluminação Exterior (Pública e Decoração) e Interior (Lojas, Indústrias, Escritórios, Hospitais, Centros de Saúde, Unidades de Cuidados Continuados (UCC e UCI), Santas Casas Misericórdias, Lares de Idosos, Centros de Dia, Edifícios Públicos, Escolas e Universidades).

    Solicitou-se, de seguida, que nos descrevesse o percurso que o conduziu à criação do seu próprio negócio, antes e após a sua visita ao GAE, a 21 de Maio de 2013, retorquindo o seguinte:
    O seu lugar na empresa onde trabalhou durante 24 anos fora extinto e, tendo tido a noção de que o poderia desempenhar por conta própria, recorreu aos serviços do GAE, de modo a aferir qual a viabilidade de avançar com o seu próprio negócio.

    O empreendedor realçou ainda que esteve presente em todas as acções de capacitação técnica disponíveis para empreendedores, sob a organização conjunta da CIM-RC e do Município, tendo sido o único que acompanhou todas as sessões, tendo beneficiado de todos  os conceitos explanados durante as mesmas.
    Quando questionado sobre qual o momento que tinha mais presente, neste processo de incursão pelo mundo dos negócios, recordou que, no dia após ter ficado desempregado, iniciou o seu percurso como empreendedor, demonstrando ser um forte entusiasta pela área que escolheu, tendo aí encontrado o ânimo necessário para se lançar num projecto que, para além de o recolocar no mercado de emprego, constitui fonte de realização como profissional de engenharia e enquanto empreendedor.

    Embora considerando que o apoio dos técnicos do GAE e o respectivo encaminhamento para a Incubadora de Empresas lhe tenham sido úteis, sugeriu que este tipo de suporte deveria ser levado mais além, devendo, na sua perspectiva, prolongar-se no tempo a consultadoria ao potencial empreendedor, facto que o levou a valorizar a presente visita da equipa.

    Referiu que o início da sua actividade profissional remontava a 03 de Dezembro de 2013, tendo desde então continuado a frequentar sessões de capacitação para empreendedores e efectuado diversas candidaturas a concursos de empreendedorismo, o que traduz o seu entusiasmo por estas iniciativas; a este propósito, mencionou o facto de já ter ficado em quarto lugar num Concurso Regional de Empreendedorismo do Baixo Mondego e partilhou que estava actualmente a candidatar-se a nova iniciativa do género.

    O volume de negócios da TXD Engenharia tem vindo a aumentar, de forma significativa, o que decorre do facto de contar, actualmente, entre a sua carteira de clientes, com empresas do top 20 Regional de acordo com último barómetro divulgado, abrangendo igualmente instituições particulares de solidariedade social.
    Em suma, este é decididamente um caso de empreendedorismo pautado pelo sucesso, tendo sido reconhecida a importância do papel do GAE no apoio aos empreendedores, sendo opinião deste empresário que a actividade do referido Gabinete poderia ser ainda mais interventiva, no sentido de garantir um acompanhamento de maior proximidade aos seus utentes, situação que está já a ser equacionada, no âmbito da CIM-RC, entidade responsável pela concepção deste modelo de intervenção em rede.

    Com efeito, actualmente é já notória uma maior capacidade de resposta aos potenciais empreendedores que nos procuram, devido à possibilidade de disponibilização de apoio técnico especializado, por parte de um consultor indicado pelo Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Coimbra, que assegura o atendimento regular aos empreendedores figueirenses, nas instalações do GAE.

end faq

Copyright © 2014 Município da Figueira da Foz | Desenvolvimento WRC | Design Sigyn |